• Bewell Portugal

13 erros que podem “Matar” um Programa de Wellness Empresarial

Iniciar um programa de Saúde & Bem-Estar na empresa pode ter os  seus desafios, mas saiba que quer seja uma pequena, média ou grande empresa, é possível e têm retorno.


Ao longo dos 15 anos da Bewell e do trabalho desenvolvido dentro das empresas, eis um levantamento dos erros mais frequentes e que podem  “matar” um Programa de Saúde & Bem Estar Empresarial.


1 - NÃO TER UM  PLANO FORMAL

Sem um plano estratégico formal, o seu programa de Saúde & Bem-Estar vai simplesmente à deriva, e ao "sabor" do dia a dia, ao invés de focar em objetivos específicos.


2 - NÃO TER UM RESPONSÁVEL

Para o programa de Saúde & Bem-Estar funcionar sem problemas,é imperativo alguém ser responsável pela sua coordenação. Este colaborador deve ter o compromisso de liderar, ser o seu  embaixador e dar um exemplo.



3 - SEM  APOIO DA GESTÃO

Os líderes desempenham um papel fundamental na criação de ambientes que “ respiram” bem-estar. A administração deve ser o principal instigador e tornar visível o programa na organização. Se possível participando nas próprias ações desenvolvidas.  


4 - COMUNICAÇÃO INADEQUADA

Sem dúvida, os programas de Saúde & Bem Estar que atinjam o sucesso são os que são comunicados de forma agressiva. A comunicação deve começar cedo e ser frequente.


5 - NÃO TER O POSICIONAMENTO CORRETO

Demasiadas vezes estes programas são apenas um "projeto de RH".  Deve ser posicionado como uma mudança de cultura e algo que é crítico para o sucesso da empresa.


6 - EXPECTATIVAS IRREALISTAS

Mudar comportamentos leva tempo e transformar uma cultura empresarial é um trabalho árduo. É difícil esperar um ROI positivo em menos de 12 meses . 


7 - NÃO RECOLHER DADOS

Para criar um programa de Bem Estar que se encaixa na sua empresa é necessário recolher dados sobre os colaboradores. Por exemplo, os quatro grandes hábitos diários que têm  maior impacto: exercício, dieta, sono e uso de tabaco / álcool. Entre outros os rastreios biométricos( Glicémia, Bioimpedância,Tensão Arterial )  são igualmente uma ótima maneira de capturar dados.


8 - NÃO TER  DINHEIRO PARA INVESTIR

Algumas das atividades até podem ser de baixo custo, mas não sem nenhum custo. É necessário ter pelo menos um orçamento mínimo. Seja criativo na identificação de outras fontes de financiamento.


9 -NÃO ENVOLVER OS COLABORADORES

Um fraco envolvimento dos colaboradores é um dos maiores obstáculos.  Ao implementar um programa deste genero, tente criar uma ligação  emocional em cada ponto de contato.


10 - QUERER FAZER TUDO SOZINHO

"Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo." Siga este proverbio africano, não vai conseguir  fazer tudo sozinho. “Recrute” pessoas para um comitê de bem-estar que queiram  ajudar. Envolva o maior número de colaboradores e departamentos possíveis dentro da empresa.


11 - IGUALDADE NO ACESSO

Em ambiente fabril é normal existir colaboradores por turnos. Os trabalhadores da noite  devem ter o mesmo acesso ao programa de bem-estar e promoção da saúde como o turno de dia.


12 - SER DEMASIADO COMPLICADO

Se os colaboradores  não entenderem as atividades, não perceberem qual o objetivo ou simplesmente não  souberem como participar, eles não vão participar e  envolver-se.  Siga a velha  máxima da publicidade “ keep it simple stupid “, este é um bom conselho para seguir ao desenvolver seu programa de Saúde & Bem Estar.


13 - NÃO TER EM CONTA A  PRIVACIDADE DOS DADOS DOS COLABORADORES

Alguns colaboradores podem questionar: " Precisam de informações para quê? Porque é que precisam de saber o meu colesterol?"  Seja transparente, todas as informações são confidenciais.





Topo

Contactos

Av. Bombeiros - Caramão da Ajuda -Restelo, Lisboa, Portugal

Móv  (+351)  914 64 77 90

virnamartins@bewell.pt

SOCIALIZE Conosco

  • LinkedIn Bewell
  • Facebook Bewell