top of page

Bem estar no local de trabalho: do ginásio privado às apps

A imagem do programa ideal de Saúde & Bem-Estar nas empresas seria mais ou menos parecido com isto: Um programa enérgico, dinâmico, bem comunicado, com um conjunto bem definido de atividades e opções, em que os colaboradores participam de forma ativa.




Os dados abundam para provar o retorno sobre o investimento, existem grupos de corrida, eventos healthy com regularidade, dias de saúde mental,  leituras biométricas, eventos wellness outdoor, bootcamps, entre outros.


A realidade está um pouco longe do apresentado mas é imprescindível que o mundo corporativo abrace a importância de ter um programa de Saúde & Bem Estar na sua empresa quer ela seja pequena, média ou de grande dimensão. 


Mas como é que se chegou até aqui, onde a maioria dos trabalhadores gostaria de ter um programa de Saúde & Bem Estar estar na sua empresa por mais pequeno que ele seja.  Da nossa parte continuamos a trabalhar para que todas as empresas de Portugal possam ter acesso a estas práticas.


Relacionado: 12 Passos para implementar um programa de Saúde & Bem Estar na sua empresa.


História Saúde & Bem-Estar nas Empresas (versão curta). 


Vamos fazer uma pequena  viagem, a algumas décadas atrás e ver onde tudo começou.


GINÁSIO PRIVADO PARA OS EXECUTIVOS


No inicio da década de 70, os executivos das grandes empresas começaram a  interessar-se em formas de levar uma vida saudável - incluindo o tempo gasto no trabalho. Foram os primórdios do Work life Balance.  Instalaram-se ginásios pessoais, começaram a utilizar os serviços de terapeutas e treinadores pessoais. Os líderes das empresas tentavam suprimir as suas próprias necessidades de Saúde & Bem Estar, enquanto a grande massa dos colaboradores, apenas podia sonhar em ter acesso a este tipo de atividades. 


O PRIMEIRO PASSO:  APAGAR O CIGARRO


A  primeira grande  intervenção para o incremento da saúde no local de trabalho e que impactou a generalidade dos colaboradores foi o aparecimento dos programas de cessação tagábica nos finais da década de 70 nos Estados unidos. Foi igualmente na década de 70 que se deu o pontapé de saída na importância de estilos de vida saudáveis e para a consciencialização da população.  Em Portugal apenas em 2008 entrou em vigor a lei que proibia fumar no local de trabalho. ( começamos mais tarde mas ainda vamos a tempo )


Curiosidade :Estas iniciativas foram estimuladas , em grande parte, devido aos estudos que indicavam que os cigarros não eram exatamente a coisa mais saudável do mundo.  



SAÚDE + PRODUTIVIDADE = LUCRO ( Comprovado Cientificamente)

A Johnson & Johnson foi a primeira empresa a lançar relatórios com dados sólidos sobre o efeito que  os programas de saúde & bem-estar  tiveram  sobre a sua produtividade e rentabilidade.  Após rastrear as suas estatísticas durante o final dos anos 70 e início da década de 80,  a Johnson & Johnson tinha indicações claras de que seu programa de bem-estar incrementava a produtividade e sobretudo dava um enorme retorno financeiro. Isto proporcionou o incentivo necessário para que  outras  grandes empresas seguissem o exemplo.  


Foi neste momento que as empresas expandiram os  seus programas de Saúde & Bem Estar, muitas  incluindo aulas de ginástica e centros de fitness no local de trabalho para os colaboradores.  Nesta fase não eram apenas os altos executivos que foram incentivados a “levantar pesos” no local de trabalho.


Curio